Voltar
  • 15568879453934w

Já tem planos para este fim de semana? Já pensou em ir ao teatro? Ou ao cinema? E que tal passar por uma livraria e escolher alguns livros para ocupar as horas mais paradas? Ou então um museu! Há quanto tempo não vai a uma exposição ou a um concerto? Ah, mas com a quarentena está tudo fechado… A menos que houvesse uma forma de poder ir a todos esses sítios sem sair de casa… Ah, espera, existe! Chama-se internet!


Traga a sua vontade de se divertir e uns aperitivos, que as sugestões de entretenimento ficam por nossa conta. Avance com entusiasmo!

 

Apetecia-me ir ao cinema

Quer melhor sala de cinema do que a sua sala! Pode estar de pijama, fazer pausa nos filmes para ir à casa de banho ou reabastecer de gulodices e adormecer à vontade, sem ter medo de fazer figuras tristes que podem ir parar às redes sociais (síndrome boca aberta, #estamosjuntos).

 

E opções não faltam! A Netflix e a HBO têm um catálogo de filmes bem diversificado, com muitos títulos para todos os gostos. Mas há algumas iniciativas interessantes que surgiram exatamente com o objetivo de oferecer alternativas numa altura em que não se pode sair de casa:

A Medeia Filmes organizou uma Quarentena Cinéfila, em que todas as semanas disponibiliza gratuitamente 3 filmes no site.
A plataforma de streaming FILMIN reforçou o catálogo com alguns filmes, nomeadamente o português “A Herdade”. E tem disponível “O Parasita”, o filme que venceu este ano o Óscar para Melhor Filme. O acesso a esta plataforma é pago (6.95€ por mês), mas é um investimento que vale a pena para quem gosta de cinema independente.
A Agência da Curta Metragem criou no Vimeo a iniciativa Filmes Curtos Para Dias Longos, que disponibiliza gratuitamente curtas metragens portuguesas.

 

Tenho saudades de ir ao teatro

Ir ou não ir ao teatro, essa não é questão! A questão é a que teatro quer ir, porque há vários a disponibilizarem peças online gratuitamente, ora veja:

O Teatro Nacional Dona Maria II partilha todas as 6ª e sábados às 21h uma nova peça, a que pode aceder clicando aqui.
O Teatro Aberto disponibiliza também todos os dias às 21h uma nova peça no seu site.
O Teatro Municipal de Almada passará a disponibilizar a todas as 6ª feiras uma nova peça também no seu site.

 

O que eu queria mesmo era visitar um museu

Está a sentir um apetite artístico mais elevado? Um desejo de contemplar uma obra-prima enquanto franze os olhos de forma pensativa e inspira profundamente? Pois bem, não diga mais nada, porque pode fazê-lo do conforto da sua sala, quiçá deitado na sua cama a beber uma agradável tisana, enquanto relaxa de um dia de intensas sessões online.

 

Fique a conhecer uma seleção de museus que disponibilizaram visitas virtuais gratuitas às suas coleções:

Museu Calouste Gulbenkian
Museu Nacional da Arte Antiga
Museu Nacional dos Coches
The National Gallery
Guggenheim Bilbao
Museu do Prado
Victoria & Albert Museum

 

Ah, um bom concerto, isso é que era

Confesse, gosta é que lhe deem música, não é? Então temos boas notícias, porque há algumas iniciativas que permitem ver grandes concertos online, ora veja:

A Gulbenkian partilha, todas as 3ª feiras, 2 novos concertos que ficam disponíveis online durante 30 dias.
O The Metropolitan Opera disponibiliza todos os dias uma gravação diferente de uma ópera icónica. Conheça a programação aqui e assista aqui.
O jornal brasileiro O Globo disponibiliza entre 6ª e Domingo na sua página de instagram mini-concertos com músicos brasileiros e portugueses.

 

Queria ler um livro, mas não tenho nada interessante em casa

Esta é a necessidade mais fácil de satisfazer. Pode tanto encomendar livros diretamente no site da maioria das editoras portuguesas ou da Wook, onde também pode encontrar uma vasta oferta de ebooks. Prefira encomendar a empresas nacionais, porque este é um momento em que vale a pena comprar o que é nacional para ajudar a economia.

 

Se o que quer mesmo são uns ebooks grátis, a Imprensa Nacional-Casa da Moeda disponibilizou um conjunto de títulos da sua coleção “O Essencial Sobre…”, que contém pequenos ensaios sobre temas/figuras relevantes em termos históricos ou culturais.

 

Afinal apetecia-me era rir

É daquela gargalhada que faz faltar o ar e soltar uma lagrimita ou outra que sente falta, não é? E os muitos espetáculos de stand-up na Netflix não fazem muito a sua onda, queria mesmo era um bom humor português. Pois então reserve já a sua agenda, porque até dia 29 de março está a decorrer o Festival Rir em Casa, em que pode assistir a várias sessões de humorista portugueses ao vivo no Instagram. Visite a página para ficar a conhecer a programação.

 

Pronto. Agora já não pode dizer que passar o fim de semana em casa é uma seca. Lembre-se que lá porque trabalha em casa, não quer dizer que estar em casa tenha de ser sinónimo de trabalhar. É importante separar as horas de trabalho das horas pessoais, para que possa manter a sua cabeça sã.

Partilhe esta notícia nas redes sociais

Notícias relacionadas

  • 5 conselhos para a mediação imobiliária lidar com o COVID-19
    13 mar 2020
    5 conselhos para a mediação imobiliária lidar com o COVID-19
    Ler mais
  • 1ª comitiva portuguesa na Conferência Anual da NAR
    22 nov 2019
    1ª comitiva portuguesa na Conferência Anual da NAR
    Networking, formação, motivação e reconhecimento foram os elementos chave de uma viagem histórica...
    Ler mais