Voltar
  • 11248081809924v

Se a internet já dominava a nossa vida, agora então domina-a ainda mais e será um canal cada vez mais fundamental para a obtenção de leads e para trabalhar a comunicação com clientes e potenciais clientes. Há por isso alguns cuidados que deve ter a gerir as suas redes sociais, para garantir que é bem-sucedido. Tome nota.

 

 

Escolha a foto certa
Sabe aquele colega que usa nas redes sociais uma foto de perfil tirada há 20 anos? Não seja essa pessoa. Esqueça também as fotos demasiado formais ou as fotos tão cheias de Photoshop que dão a sensação de que a câmara estava embaciada. E nem pense em colocar um logótipo como imagem de perfil.


Os seus clientes querem vê-lo como é e, se tudo correr bem, vão querer estar consigo em pessoa, pelo que tentar esconder a sua aparência atual não é uma opção e não passa a mensagem correta.


Tire uma boa foto com um profissional. Uma foto simples e atual, em que o foco seja o seu sorriso e vai ver que vai criar muito mais empatia.

 

 

Destaque a sua formação
Por muito que Dr. ou Eng. sejam formas de tratamento que lhe agradam, a relação com clientes é baseada na proximidade e essas abreviaturas só criam distanciamento.


Foque-se sim na formação que confere valor ao seu trabalho como mediador imobiliário. Fez cursos que lhe conferiram certificações profissionais? Diga-o. Há uma grande diferença entre dizer “sou especialista no mercado internacional” ou “após 5 dias intensivos de formação obtive a designação CIPS atribuída pela NAR a especialistas na venda de imóveis internacionais”.


Atenção: não faça uma listagem exaustiva de formações que ninguém tem interesse em ler. Seja específico e destaque o que de facto pode fazer a diferença. Se quiser destacar o seu investimento global em formação, faça-o de forma sintética, apresentando o valor médio de horas que dedica anualmente, por exemplo.

 

 

Defina a sua proposta única de valor
Para ser diferente não basta dizê-lo, há que saber prová-lo, e a sua proposta única de valor é precisamente isso: o que torna o seu serviço diferente dos outros profissionais do mercado? Se a sua resposta é “nada”, então precisa de repensar a forma como se posiciona no mercado e encontrar aquilo em que pode fazer a diferença.


Se tema resposta na ponta da língua, então olhe para as suas redes sociais e confira se essa proposta única de valor é comunicada de forma eficaz. Na ânsia de comunicar, muitas vezes começa-se a partilhar conteúdos de forma cega, sem um objetivo em mente que não seja comunicar. Ao definir previamente a sua proposta única de valor e ao considerá-la na sua comunicação, está a reforçar o seu posicionamento face aos concorrentes, controlando bem as mensagens que quer passar.

 

 

Cuidado com o jargão profissional
Como é que pode explicar algo a alguém que não perceba nada do assunto? Essa é a pergunta que deve fazer sempre que está a preparar uma comunicação. Esqueça o léxico profissional que usa com os seus colegas na agência, falar com o cliente em termos claros e simples é fundamental para a sua comunicação ser eficaz.


Um discurso complicado e cheio de termos desconhecidos, que apenas os profissionais do setor usam, não vai transmitir uma imagem mais profissional, vai sim passar ao cliente a ideia de que não vai ajudar a esclarecê-lo e a perceber facilmente o que tem de fazer.

 

 

Pare com o hard sell
O seu perfil numa rede social é uma espécie de biografia. É um espaço para as pessoas saberem mais sobre si, sobre o seu trabalho e sobre como pode ajudá-las. Não o encare por isso como uma espécie de placard onde coloca todas as suas angariações, à espera que alguém se interesse por elas.


Algo que funciona muito bem para perceber que tipo de conteúdos deve ter é colocar-se no lugar de quem o segue. Como se sentiria a seguir alguém que estivesse sempre a tentar vender-lhe algo? Se estivesse à procura de uma casa, que tipo de informação poderia ser útil para si?


Lembre-se que o seu perfil pode ser o primeiro ponto de contacto para muitas pessoas e que, portanto, condicionará muito as primeiras impressões que o cliente terá de si. Partilhe conteúdo útil, alinhado com a sua proposta única de valor, e demonstre como pode ser um facilitador de processos, em vez de um complicador.

 

 

Baseado no artigo “Your profiles matter! Take time to perfect them” de Jay Thompson publicado em inman.com. Jay Thompson é um dos grandes nomes do imobiliário Norte Americano, associado à Zillow, uma das maiores empresas do setor. Esteve em Portugal em 2019 como o cabeça de cartaz do IMOCIONATE iTEC.

Partilhe esta notícia nas redes sociais

Notícias relacionadas

  • Como lidar com objeções em tempos de pandemia
    28 mai 2020
    Como lidar com objeções em tempos de pandemia
    Ler mais
  • Proximidade com os clientes em tempo de distanciamento social
    21 mai 2020
    Proximidade com os clientes em tempo de distanciamento social
    Ler mais